segunda-feira, 29 de novembro de 2010

 " Trago a doçura dos que aceitam melancolicamente.E posso te dizer que o grande afeto que te deixo. Não traz o exaspero das lágrimas nem a fascinação das promessas
Nem as misteriosas palavras dos véus da alma...É um sossego, uma unção, um transbordamento de carícias "

Nenhum comentário:

Postar um comentário