segunda-feira, 18 de julho de 2011


" O amor, devagarinho, esgarça o tecido que veste as nossas defesas e deixa a nossa alma toda de fora. Depois, sorri, encantado, diante da beleza singular da nossa nudez .. " (:
 Ana Jácomo .

Nenhum comentário:

Postar um comentário